sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Pequenas felicidades -post #2


Novamente participando da BC Pequenas Felicidades, iniciativa da Rita, do blog Botõezinhos.

       
           Essa semana foi meio difícil por causa da minha mega gripe que não passou ainda e se eu não tivesse me vacinado ia achar que a era a maldita gripe A. Desmarquei todos os compromissos pq só tinha energia pra mandar Alana devidamente limpa e alimentada para a escola, e ainda faltou um dia. Mas tenho certeza de que se eu pensar bem consigo achar motivos para ser grata, motivos bem felizes.



  • Alana está bem
Esse é uma super felicidade pq nós sempre engatamos gripes juntas e dessa vez ela ficou com a narizinho escorrendo e só. Nem perto da gripe que eu peguei. Tá saudável, bonita e se aproveitando de mim como nunca. "Mãe, se vc tá com dor não vai conseguir me levar pra escola", diz ela cheia de esperança. Dei um jeito em 4 de 5 dias. Tá bom, né?


  • Alana tá bem na escola

Tirando o dia de ficar no banheiro ela tem se comportado muito bem como ela mesma diz. A avaliação do trimestre chegou e ela esta indo bem , mesmo em campos que tínhamos duvidas, como a matemática e o raciocínio lógico. Esta mais independente e participando mais nas aulas. Esta evoluindo no inglês e melhorou na educação física. Até participou de uma apresentação de dança em que eu estava com duvidas se ela ia conseguir acompanhar e foi bem. A gente estimula e espera, mas sempre se surpreende com os resultados.


  • Limpeza.

Fiz uma lista de limpeza radical há um tempo e consegui terminar essa semana. Demorou mas consegui e isso me deixou bem feliz. Agora tenho que programar um jeito de arrumar tudo na semana sem me matar toda vez que tento arrumar a casa. Comigo tem que levar mais tempo, mas fico satisfeita do mesmo jeito.
                                                                     imagem daqui



  • Estou pensando em voltar a trabalhar

Tenho até medo de falar, toda vez que faço planos acontece algo! Estamos mais tranqüilos com Alana na escola e quem sabe eu consiga algo pra fazer as tardes no período de aula dela? Pelo menos agora não sou chamada quase todas as tardes pra busca-la antes do horário.



  • Meu pé meu querido pé!

Eu estava há muito tempo com um problemas nos pés que eu não sabia o ue era e estava me dificultando muito andar, inclusive aposentei meus saltos por isso. Achava que era da fibro ou do sobrepeso. Nada disso. O nome do negocio é desidrose, descama todo o pé, ele se desmancha e cria mais pele pra compensar, ficando com aspecto horroroso e todo empedrado. Tenho ido no podologo uma vez por mes ou mais. É uma alergia e a dermato disse que meu pé está em carne viva. Não é a toa que doía o tempo todo. Estou cuidando e está incrivelmente melhor, na mesma semana já mudou da água pro vinho. To muito feliz com isso.
                                                                     imagem daqui

  • Alana musical
Essa musicoterapia já tá fazendo um efeito enorme na Alana, ela está mais cantora, mais focada e mais organizada. Eu super recomendo pra crianças inquietas, ela está muito mais calma mesmo, e mais feliz.

video
                    Esse foi no primeiro dia, nem precisa dizer que ela amou. Prometo vídeo novo com outros instrumentos.

É isso, a gente sempre tem felicidades pra contar.bjs.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Limites

Alana tem tido bons momentos na escola. Até ontem, quando se recusou a sair do banheiro. O pai foi buscá-la e ela chega em casa com a maior cara lavada como se nada tivesse acontecido. Ouço isso de várias mães. Eles, os pequenos fazem algo que muda toda rotina da familia e em seguida agem como se nada houvesse acontecido. Tentamos dar limites. Tentamos não, damos limtes. Damos não, o pai dá. Não, não acho bonito admitir que eu sou a parte fraca da corda. Alana sabe disso também. Agora, nesse momento quer sukita. Não é mais hora de tomar refri e nem devia tomar refri hoje pq nao é fim de semana. Culpa da mãe. Uma gripe tão horrorosa me pegou que nao consegui nem fazer almoço. Pedi comida e pedi o refri. Não devia, mas pedi. Agora ela quer. O pai já disse não, eu confirmei o não, mas ela se jogou no chão e chorou. Confesso que se estivesse sozinha com ela acharia que ela estava realmente com sede e que um golinho nao ia matar.Ainda bem que nao estou sozinha com ela. Hoje ela me dobraria. Muitas vezes sou firme, juro, mas qdo estou mal evito problemas, nem falar tá facil hoje. É difícil educar uma menina que vem com olhões cheios d'agua e beijos pedindo comida que nao deve comer. Mas pensar que é para o bem dela ajuda. Mas é cansativo as vezes, muitas vezes. Desistir nao é uma opção e hoje foi dificil muito mais por mim do que por ela. Ela está numa fase geniosa, e eu numa fase cansada. Quem disse que ia ser fácil

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails